Simplesmente super-humano

Falta de tempo, cansaço, exaustão, Burn Out… Neste cotidiano hipermoderno em que vivemos, as demandas de nossos diversos círculos sociais são cada vez maiores e mais exigentes. Precisamos ser multifuncionais! No mundo profissional, temos que ser cada vez mais produtivos, mas, na maioria das vezes, essa necessidade acaba por deixar-nos infelizes e até mesmo doentes, achando o nosso trabalho desinteressante e nosso desempenho, insuficiente. Também acabamos por não dedicar tempo suficiente aos familiares e amigos, culpabilizando-nos por essa situação. Criamos, assim, a ilusão de que devemos nos comportar como super-heróis: um superfuncionário, um superpai, uma supermãe, um superfilho etc.

Em uma formação de Agile Scrum relatada pela engenheira, coach e analista comportamental Silvana Fazan, foi feito o seguinte experimento : a equipe em formação era composta de 17 pessoas e tinha como objetivo que cada pessoa do grupo assinasse 10 folhas, cada uma contendo os nomes das 17 pessoas. Ao começar a passar as folhas, o instrutor pediu aos membros ociosos que realizassem pequenas tarefas, como desenhar a bandeira nacional, fazer origamis, grampear documentos, etc. As folhas chegaram às mãos do facilitador depois de 15 minutos, sem que estivessem completas. A tarefa foi repetida, desta vez, sem a distribuição de tarefas para os que estivessem ociosos. Resultado: todas as folhas foram devidamente preenchidas em menos de 5 minutos. Esta experiência foi inspirada pelo livro A Meta , de Eliyahu M. Goldratt.

Eu te proponho analisar o quanto você tem tentado realizar inúmeras tarefas ao mesmo tempo, em diversos aspectos da sua vida, tentando convencer a si mesmo de que consegue fazer duas ou três coisas ao mesmo tempo porque você se considera multitarefas. Seja sincero: será que você realmente consegue dar o melhor de si em cada tarefa agindo assim? Você consegue ter foco?

Você acredita que pode tornar-se uma pessoa mais produtiva e feliz realizando e atribuindo atenção plena a uma única tarefa por vez?

Para que isso aconteça, é preciso determinar prioridades e organizar a sua agenda, assim, você não realizará mais todas as tarefas “urgentes” que vão surgindo no seu dia! Essas tarefas vão se multiplicando, se acumulando e te deixando frustrado… É importante manter o foco e saber dizer não às diversas demandas não urgentes mantendo, em sua mente e em seu plano de ação, o que foi planejado com antecedência. Trabalhe também a sua capacidade de delegar tarefas. Afinal, você precisa realmente fazer tudo sozinho?

Para refletir e agir:

Como ser mais produtivo – A tríade do tempo

Como eu organizo o meu dia para ser mais produtivo?

O eu melhor produtividade e equilibrio

Sobre a noção de hipermodernidade (obra não traduzida): AUBERT, Nicole (Org.). L’individu hypermoderne. Ramonville Saint-agne: Editions Érès, 2006. 320 p.

GOLDRATT, Eliyahu M.; COX, Jeff. A Meta: Um Processo de Melhoria Contínua. 2. ed. São Paulo: Nobel, 2003. 360 p.

4 comentários sobre “Simplesmente super-humano

  1. Marina disse:

    Gostei muito do texto! Parabéns! Sua escrita está melhor a cada post!! Eu lembrei de um livro muito bom que li, chamado “A única coisa”. Fala de quanto o foco é importante para a nossa vida!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s